Tudo o que você precisa saber sobre acreditação hospitalar

Você certamente já sabe que a avaliação dos procedimentos e dos serviços está ligada à melhoria da performance e que isso se estende também ao ambiente hospitalar. Logo, já deve ter ouvido falar muito sobre acreditação hospitalar, não é mesmo? Mas você sabe o que é e quais são os seus objetivos?

Bom, estamos falando aqui de um processo de autoavaliação e de avaliação externa, feito por referências na área, ou seja, por médicos ou gestores especializados em gestão hospitalar.

Qual é o propósito? Avaliar as organizações de saúde com total precisão, medindo o seu desempenho quanto às expectativas dos investidores, pacientes e agências reguladoras. Porém, é muito mais que isso. E, neste post, vamos falar tudo o que você precisa saber sobre acreditação hospitalar! Acompanhe e boa leitura!

O que é acreditação hospitalar?

Você certamente já sabe o que é uma ISO, certo? Várias empresas de inúmeros segmentos estão sempre lutando para ter essa certificação tão importante, que faz a análise de vários fatores para assegurar que a organização apresenta qualidade.

As ISOs estão disponíveis para os hospitais, no entanto, elas não são representativas da realidade hospitalar. Por essa razão, foram criadas as acreditações específicas. Há, então, a acreditação hospitalar, ou seja, outra certificação da área que pode garantir a qualidade da instituição.

A ONA (Organização Nacional de Acreditação) é uma das certificações possíveis para o sistema hospitalar, atualmente a mais adotada. Ela explica que a acreditação nada mais é do que um método de certificação e de avaliação que busca, a partir de requisitos e de padrões previamente determinados, promover a segurança e a qualidade da assistência no setor de saúde.

Quais são os principais objetivos da acreditação?

Bom, agora que definimos o método, é importante destacar que o objetivo central da acreditação é proporcionar uma gestão muito mais organizada, com procedimentos competentes e realmente estratégicos. Além disso, ela tem outros propósitos. Confira!

Melhorar a segurança

Busca-se comprovar se o corpo técnico da instituição faz os procedimentos que seguem todas as diretrizes que são reconhecidas tanto nacionalmente quanto internacionalmente, sempre validadas pela comunidade científica.

Garantir a qualidade

A acreditação também analisa se a comunicação médica e os processos de atendimento são capazes de deixar os pacientes satisfeitos com o tratamento recebido.

Reduzir os erros médicos

É verificado, ainda, se a instituição hospitalar tem protocolos de procedimentos realmente rígidos para que os profissionais orientem suas condutas e evitem erros.

Melhorar a administração

O processo de acreditação incentiva a instituição a permanecer atualizada. O objetivo é que ela esteja sempre preparada para atingir e manter os resultados desejados.

Quais são os órgãos acreditadores?

Para que você entenda melhor os processos da acreditação, é importante conhecer também os órgãos acreditadores. Veja a lista que trouxemos com os principais órgãos, inclusive ao nível internacional!

ONA (Organização Nacional de Acreditação)

No Brasil, a ONA é considerada uma das principais acreditadoras. Ela observa medidas como gestão transparente e eficiente, processos de melhoria contínua da qualidade, maximização da segurança e até mesmo a valorização da marca.

JCI (Joint Commission International)

A JCI é uma das principais acreditadoras internacionais, especialmente nos Estados Unidos. Abrange desde o cuidado com a equipe médica e pacientes até os processos de gestão.

NIAHO (National Integrated Accreditation for Healthcare Organizations)

Essa é uma acreditação norte-americana, totalmente voltada para a otimização dos resultados das instituições de saúde. O foco da NIAHO é a gestão estratégica e a segurança dos pacientes. Não há nenhuma hospital certificado com este selo no Brasil.

HIMSS (Healthcare Information and Management Systems Society)

Essa é uma organização global, com foco em melhoria da saúde a partir de tecnologia e de informação. Vale lembrar que é uma organização sem fins lucrativos.

ACI (Accreditation Canada International)

O programa de acreditação desse órgão é composto por mais de 30 padrões de serviços, sendo aplicado em diversos provedores de serviços de saúde, indo desde os hospitais especializados até os ambulatórios. Esse é um programa que faz a avaliação das instalações médicas para administração, atendimento clínico e infraestrutura.

Quais são os principais tipos de acreditação?

A instituição que quer receber a acreditação hospitalar passa por várias avaliações de sua rotina. Nessa análise que é feita, é elencado um tipo de pontuação que acaba conferindo a eficiência da empresa em determinado aspecto.

Assim, tal pontuação insere a instituição em diferentes níveis no sistema de acreditação da ONA. Lembrando que essa categorização é válida somente para a ONA. Confira o funcionamento a seguir.

Acreditado (Nível 1)

A instituição cumpre ou então supera, em 70% ou acima disso, todos os padrões de segurança e de qualidade que a ONA define.

Acreditado Pleno (Nível 2)

A organização de saúde tem que atender a 2 critérios:

  1. cumprir ou superar, em 70% ou acima disso, todos os padrões que a ONA determina de gestão integrada, com processos acontecendo de modo pleno e fluido;
  2. cumprir ou superar, em 80% ou acima disso, todos os padrões de segurança e qualidade definidos pela ONA.

Acreditado com Excelência (Nível 3)

A instituição de saúde tem que atender a 3 critérios:

  1. cumprir ou superar, em 70% ou acima disso, todos os padrões de excelência em gestão da ONA, demonstrando, com maturidade institucional, uma cultura organizacional de melhoria contínua;
  2. cumprir ou superar, em 80% ou acima disso, todos os padrões de gestão integrada da ONA;
  3. cumprir ou superar, em 90% ou acima disso, todos os padrões de segurança e qualidade da ONA.

Como o hospital e os pacientes são impactados pela acreditação?

A acreditação proporciona benefícios tanto para colaboradores dos hospitais quanto para os pacientes. Além do mais, a sua obtenção também pode ser usada em estratégias de marketing, evidenciando a qualidade que a instituição tem.

Para os pacientes do hospital, as principais vantagens geradas são a satisfação completa dos procedimentos e tratamentos realizados e a confiança nos serviços. Os colaboradores têm uma integração muito maior entre os setores, além da possibilidade de se desenvolverem mais de forma individual ou coletiva.

Isso sem contar que os riscos de acidentes de trabalho diminuem e a capacidade produtiva e a qualidade de vida no ambiente de trabalho aumentam.

Um hospital que tem o selo de acreditação conta com um serviço diferenciado, em que a segurança e a qualidade sempre vêm em primeiro lugar. Vale ressaltar, ainda, que o hospital consegue colher excelentes frutos de tudo isso; afinal de contas, não há transtornos ou despesas com práticas incorretas.

Resumindo, as principais vantagens da acreditação para o hospital e a segurança do paciente são:

  • integração entre os processos e os setores;
  • melhoria contínua da segurança dos pacientes e dos resultados assistenciais;
  • diminuição de custos e redução de retrabalho;
  • maior visibilidade no mercado;
  • controle dos processos e total compromisso com os resultados;
  • identificação de oportunidades e dos riscos;
  • credibilidade;
  • diferencial competitivo.

Quais são as diferenças entre certificação e acreditação?

Tanto a certificação quando a acreditação são recursos que têm como objetivo assegurar e comprovar a qualidade de um serviço ou de um produto que uma empresa oferece. A diferença entre elas está nos critérios avaliados.

Isso porque, enquanto a certificação se refere somente à avaliação da gestão e dos processos da organização, a acreditação vai muito além, pois também atesta a competência técnica da empresa.

Para deixar mais claro, podemos afirmar que a certificação é uma maneira de avaliar a conformidade, enquanto a acreditação é capaz de reconhecer a competência técnica a fim de exercer os modos de avaliação da conformidade. Ou seja, ambas são complementares.

Então, agora que você já sabe o que é acreditação hospitalar e quais são seus objetivos e benefícios, já pode buscar saber mais sobre esse assunto e avaliar alternativas para conseguir esse método de avaliação e certificação para seu hospital ou clínica.

Gostou do texto? Quer receber mais conteúdos relevantes como este em seu e-mail? Então não perca tempo e assine a nossa newsletter! Temos certeza de que você vai gostar muito das dicas e materiais que vamos enviar!

Compartilhe:
chat on-line
Olá, tudo bem?

Como posso te ajudar?

chat on-line
pt_BRPortuguese