Qual é a hora certa para fazer uma auditoria de condomínio? Saiba

EFD Reinf para condomínios: entenda mais sobre o assunto

Transparência, confiança e prestação de contas. Afinal, você sabe o que é a auditoria de condomínio? Em nossa visão, trata-se de um dos procedimentos mais importantes para reafirmar a confiabilidade em uma gestão, pois é uma investigação completa sobre a coerência, a precisão e a veracidade das informações contábeis.

Por isso, elaboramos este material completo sobre o tema. O nosso objetivo é esclarecer tudo, explicando o que é a auditoria, qual a finalidade desse procedimento, quando pode ser solicitado, e quais os impactos sobre uma gestão. Então, não perca tempo e acompanhe!

O que é uma auditoria de condomínio?

Do ponto de vista técnico, a auditoria condominial é um processo de inspeção das contas condominiais. O objetivo desse procedimento é investigar, detalhadamente, a veracidade, a precisão e a coerência, não apenas das informações registradas no livro-caixa, mas também das transações realizadas em nome do condomínio. 

Em nossa visão, é um procedimento indispensável para reafirmar a confiabilidade de uma gestão, pois joga uma luz sobre as despesas do condomínio, e com transparência, mostra às pessoas quando há, ou não, irregularidades ocorrendo dentro de uma gestão. 

Com o passar dos anos, esse serviço é cada vez mais requisitado. Afinal, na contabilidade condominial, existem muitas aberturas e oportunidades para fraudes, distorções ou negligências — que ocorrem, infelizmente, às custas dos condôminos. 

Além disso, também vale notar os motivos que podem justificar uma auditoria. Em alguns casos, a suspeita de fraudes pode motivar essa solicitação, sendo, portanto, um serviço de controle e investigação à disposição dos moradores, que podem, assim, confirmar ou afastar qualquer desconfiança sobre a atual gestão. 

Por outro lado, o pedido por uma auditoria também pode partir da própria gestão, que enxerga no serviço a chance de trazer um olhar técnico, imparcial e externo para reafirmar a confiabilidade, a precisão e a coerência da contabilidade do condomínio

Seja qual for o motivo para a solicitação, a auditoria é um investimento que sempre oferece retornos ao condomínio, seja elucidando a verdade sobre erros e fraudes de profissionais negligentes ou infratores, ou reafirmando a confiabilidade e a competência de uma boa gestão. 

Quando é a hora certa de fazer uma auditoria de condomínio?

Da forma como percebemos, existem pelo menos quatro cenários que justificam o pedido de auditoria, em que três costumam partir da insatisfação dos moradores, e outro serve ao interesse coletivo, tanto dos condôminos quanto da própria gestão. Dê uma olhada!

Desconfiança na gestão

Em alguns momentos, as pessoas conseguem identificar incongruências e deslizes na gestão do condomínio. Quando isso acontece, começa a crescer a suspeita e a desconfiança. Quando o sentimento é generalizado e convence um número suficiente de moradores, isso pode justificar o pedido por uma inspeção. 

Prestação de contas confusa, incoerente e pouco esclarecedora

Todo o recurso aplicado no condomínio deriva das contribuições dos condôminos. Por isso, a saúde do fluxo de caixa é do interesse de todos os envolvidos. Quando a gestão não consegue justificar despesas, ausências de recursos ou transações suspeitas, acende-se um alerta que justifica uma inspeção.  

Falta de melhorias

Por outro lado, a auditoria também pode ser solicitada justamente pela falta de investimentos e melhorias que aprimorem o patrimônio e a qualidade de vida das pessoas. Nesse caso, a auditoria avalia, além da saúde das contas, a viabilidade de realizar certos investimentos e demandas que são da vontade coletiva dos moradores

Reafirmar transparência

Por fim, o cenário em que a auditoria é solicitada como uma espécie de “manutenção preventiva”. Em condomínios de alto padrão, a auditoria periódica, como uma vez a cada ano ou semestre, já faz parte da tabela de custos na gestão condominial. 

Afinal, é do interesse de todos manter a auditabilidade e coerência das contas. Com todos tranquilos e confiantes, a gestão consegue trabalhar de maneira mais fluida, pois não existem suspeitas de fraude, desvio ou negligência obstruindo votos ao aprovar novos investimentos e melhorias. 

Quem pode solicitar uma auditoria de condomínio?

Por ser um serviço que tem o objetivo de investigar e estancar possíveis fraudes e irregularidades, o pedido por uma auditoria pode ser feito por todos os integrantes da vida condominial. Isso significa que síndico, morador, administradora e conselho fiscal podem solicitar essa inspeção. 

No entanto, mesmo quando o desejo por uma auditoria parte de uma suspeita de ingerência ou fraude, é importante que, antes de solicitar a inspeção, se esgotem todos os meios de comunicação e elucidação interna que forem possíveis. Caso não exista mais alternativa viável, aí sim, se parte para uma auditoria formal e completa. 

Outro ponto muito importante é que a empresa auditora não tenha nenhuma relação com os envolvidos no problema. É fundamental que a auditoria seja feita por um ente completamente externo ao condomínio, pois assim a inspeção terá maior credibilidade e aceitação entre os condôminos. 

Esse é um detalhe importante, pois, quando há fraude intencional e premeditada, em que os infratores planejam e estruturam os desvios, também pode ocorrer uma pressão muito grande para a escolha dos auditores, e isso pode resultar na contratação de uma auditoria mais próxima dos interesses de quem infringe. 

Isso também pode ocorrer no lado dos moradores, que em situações específicas, podem ter firmas de auditoria e oferecer os seus serviços para investigar a gestão. Em todos os casos, isso configura conflito de interesses, e querendo ou não, pode prejudicar a imparcialidade e a precisão do laudo. 

Por isso, é muito importante recorrer a uma empresa externa, e sobretudo, reconhecida por sua confiabilidade, transparência e excelência nesse mercado. Assim, o laudo final tem menos chance de ser contestado, tanto em uma reunião condominial, como em um tribunal, caso um dia seja necessário. 

No fim das contas, o que vale é reconhecer a importância desse serviço para a confiabilidade das contas. Seja para investigar fraudes ou reafirmar a competência da gestão, esse é um procedimento indispensável para diagnosticar a veracidade dos valores, e a coerência das decisões. 

E então, lembrou de alguma experiência importante com a auditoria de condomínio? Então, compartilhe a sua história com os demais leitores, destacando a relevância desse procedimento para uma boa gestão. Para isso, basta deixar o seu comentário abaixo deste post!

Guia prático sobre como garantir uma boa limpeza em condomínios
Compartilhe:
chat on-line
Olá, tudo bem?

Como posso te ajudar?

chat on-line
pt_BRPortuguese