Conheça as tendências e características do condomínio inteligente!

Cada vez mais, a sociedade está imersa em tecnologia. Robôs e assistentes comandados por voz, por exemplo, deixaram de ser uma fantasia do futuro e se tornaram elementos presentes no cotidiano de muitos de nós.

Assim, é preciso ficar atento às mudanças tecnológicas que têm alterado o modo como fazemos quase tudo — inclusive como moramos. O condomínio inteligente, por exemplo, virou uma tendência que deve ser observada por administradoras e síndicos.

Um condomínio inteligente é aquele que tem um nível alto de tecnologia e segurança envolvida em seus processos, a fim de garantir a melhor integração dos elementos que os fazem funcionar adequadamente. É preciso ressaltar que, para ser inteligente, não basta que o condomínio tenha apenas tecnologias: elas devem ser capazes de se integrarem umas às outras.

Os condomínios inteligentes, sejam residenciais ou empresariais, têm ganhado cada vez mais espaço aqui no Brasil e no mundo. Quer entender melhor e conhecer as características desse modelo? Continue a leitura!

Conheça as principais características de um condomínio inteligente

Afinal, o que difere um condomínio comum de um inteligente? Veja, a seguir, as principais características desse tipo de moradia!

Custo de energia reduzido

As construções modernas permitem que sejam instalados sensores automáticos de iluminação nos ambientes comuns. Assim, as lâmpadas só acendem quando alguém está no local, evitando desperdício de energia elétrica e altos custos com a conta de luz.

Além do mais, os condomínios inteligentes, muitas vezes, contam com sistemas fotovoltaicos para captar energia solar, o que favorece o meio ambiente e reduz custos com energia.

Áreas mais seguras

Os condomínios inteligentes usam dispositivos para fazer a leitura da impressão digital ou então da retina dos moradores para poder liberar o acesso ao local. Logo, isso torna as áreas mais seguras, impedindo que pessoas não autorizadas consigam acessar o local após terem roubado uma chave ou senha. Somente porteiro e proprietário podem liberar o acesso às pessoas.

Comodidade para os moradores

Outra característica de um condomínio inteligente é a comodidade, uma vez que os condôminos não precisam carregar inúmeras chaves para todas as áreas do condomínio.

Isso porque, com apenas um dispositivo, os moradores conseguem ter acesso à casa, ao espaço kids, à academia e ao salão de festas, por exemplo. Sem contar que muitos desses equipamentos ainda oferecem:

  • alarme antiarrombamento;
  • sensor de fechamento automático;
  • baixo consumo de bateria;
  • possibilidade de desabilitar a abertura das portas pelo lado de fora;
  • sensor de incêndio (se for identificado fogo no local, a porta se abre de forma automática para que os moradores possam sair em segurança).

Otimização do espaço

Quando o assunto é inovação tecnológica em condomínio inteligente, obviamente não há lugar para papéis. Soluções como gestão eletrônica de documentos são usadas nesse modelo. Quando se adota um software de gestão para esse fim, é possível notar de imediato mais agilidade, economia e produtividade nos processos do condomínio.

E, claro, uma vez que os documentos são digitalizados, não existe mais a necessidade de armazenar documentos em espaço físico, de fazer impressões, muito menos transporte. Pensando dessa forma, os custos com impressora e armários para armazenagem passam a ser dispensáveis. O condomínio e os processos ficam organizados, garantindo uma otimização significativa do espaço.

Confira algumas tecnologias que tornam os condomínios inteligentes

Veja, a seguir, as principais tecnologias que permitem que um condomínio seja inteligente!

Presença de Inteligência Artificial (IA)

A IA já deixou de ser uma tecnologia presente apenas em filme. Hoje em dia, ela faz parte da nossa rotina. Logo, implementá-la nos condomínios é bem mais simples do que parece e traz diversas vantagens, como:

  • redução de custos;
  • otimização de comunicação;
  • inovação;
  • precisão em processos e nas tomadas de decisão;
  • potencialização da experiência do cliente.

A IA desempenha um papel fundamental em um condomínio inteligente. Isso porque ela será capaz de deixar os processos de atendimento completamente automatizados. Atendimentos para esclarecimento de dúvidas ou para reserva de espaços comuns, por exemplo, são demandas comuns que a IA vai poder assumir de modo automatizado durante as 24 horas do dia.

Assembleia virtual

A assembleia virtual proporciona inúmeros benefícios. O primeiro e mais óbvio deles é a diminuição das ausências dos condôminos por causa do fator de flexibilidade. Vale lembrar, ainda, que as assembleias virtuais podem ser facilmente gravadas e arquivadas para que as pessoas ausentes possam assisti-las em outro momento.

Além disso, esse modelo de assembleia permite uma abordagem mais objetiva para as questões a serem discutidas e facilita a contabilização dos votos.

Armários inteligentes para correspondência

Os armários inteligentes e automatizados são alternativas modernas e extremamente seguras que permitem receber, guardar, notificar e também distribuir as encomendas nos condomínios. Eles permitem que a entrega seja feita sem a presença de funcionários ou do morador.

Mas como isso funciona, afinal? Bom, o entregador, quando chega no condomínio, tem acesso a uma tela, como se fosse um caixa eletrônico de um banco. Então, ele escolhe a casa ou apartamento e seleciona o tamanho de porta para inserir a encomenda. Assim, de forma automática, um compartimento vazio é aberto para que ele possa depositar o produto.

Portarias remotas

Hoje em dia, é totalmente possível ter uma portaria sem porteiros. Mas como assim? É isso mesmo, são as portarias remotas. O condomínio continua tendo uma guarita na portaria, no entanto, o porteiro não ficará dentro dela — pelo menos, não fisicamente.

Esse é um sistema que funciona por meio de uma central remota que é conectada à guarita. Assim, o porteiro fica em um lugar remoto e seguro de onde ele pode acompanhar todos os movimentos do condomínio a partir de um interfone e de câmeras.

Energia sustentável

Ser inteligente é saber considerar o cuidado com o meio ambiente — o que, além de ser uma atitude excelente por si só, atualmente é uma tendência do mercado de condomínios, já que apresenta vantagens econômicas.

Isso porque as energias renováveis e sustentáveis são capazes de abater até 30% da conta de energia elétrica do condomínio. Além do mais, o fator sustentabilidade já consegue influenciar nas decisões de muitos cidadãos hoje em dia.

Entenda como um condomínio inteligente impacta a vida dos moradores e colaboradores

A tecnologia proporciona uma maior segurança, automação, comodidade e eficiência para aqueles que moram e trabalham em um condomínio. Por isso, o investimento em certas inovações que tornam o condomínio inteligente tem se popularizado no setor imobiliário.

O uso de sistemas inteligentes nos condomínios é uma forma muito eficaz de proteger funcionários e moradores, além do próprio patrimônio, afinal, permite identificar situações de risco e de perigo de maneira rápida. Além disso, há uma facilidade muito maior para ter controle de acesso às informações necessárias em qualquer lugar e a qualquer hora

Bom, como você pôde ver, os condomínios inteligentes não são mais o futuro, mas sim o presente. Cada dia mais, os condôminos e síndicos conhecem os benefícios de uma vida mais conveniente, segura e ambientalmente correta com as práticas e as tecnologias sobre as quais falamos aqui.

E então, gostou de saber mais sobre os condomínios inteligentes? Aproveite e compartilhe o conteúdo nas suas redes sociais, pois, assim, seus amigos também vão poder aprender com ele!

Compartilhe:
chat on-line
Olá, tudo bem?

Como posso te ajudar?

chat on-line
pt_BRPortuguese