Aprenda como fazer um ótimo controle de fornecedores terceirizados!

A terceirização de certas tarefas e serviços é uma estratégia muito comum e pode gerar resultados positivos, se planejada corretamente, não apenas na hora de escolher a empresa parceira, por exemplo, mas também durante o trabalho em conjunto. Não à toa, o controle de fornecedores é uma tarefa essencial para que tudo funcione exatamente como o planejado.

Os desafios ao realizar essa gestão, porém, são muitos, e é preciso adotar algumas estratégias que otimizem a rotina de trabalho. Do alinhamento dos interesses até mesmo o investimento em soluções tecnológicas. Todos os detalhes devem ser analisados para garantir que a parceria resulte no que foi esperado.

Mas você sabe como fazer o controle de fornecedores terceirizados na sua companhia de forma eficiente? Para ajudar você a resolver esse problema e assegurar que o serviço entregue ao seu cliente final não seja prejudicado, preparamos este artigo. Continue a leitura e saiba como gerenciar os seus parceiros!

O que é o controle de fornecedores?

O controle de fornecedores representa o trabalho de uma empresa em monitorar e criar um relacionamento saudável com seus parceiros terceirizados. A ideia é garantir que a qualidade do serviço não seja prejudicada e tudo o que foi combinado previamente seja cumprido. Trata-se, portanto, da gestão do trabalho e do sucesso da parceria entre as duas companhias.

Quais são os desafios dentro dessa tarefa?

Apesar da sua importância, não é uma tarefa tão simples realizar o controle de fornecedores terceirizados. Confira alguns dos principais desafios!

Alinhar os interesses

Não é simples alinhar os interesses dentro da sua própria organização, imagine lidar com profissionais de outra empresa? Mas sem essa sintonia, o trabalho não vai ser realizado de maneira efetiva. É essencial assegurar que as suas companhias tenham objetivos definidos inicialmente e que fiquem claros para as partes envolvidas no negócio.

Estabelecer um bom relacionamento

De que adianta ter como parceiro uma empresa com um custo mais baixo, mas que não oferece exatamente o que a sua empresa precisa? Ou até mesmo não faz com que o contato seja facilitado? Dessa forma, é necessário estabelecer um bom relacionamento entre as duas partes, inclusive para que seja possível entender e contornar eventuais problemas sem prejudicar as operações.

Atentar ao cumprimento das atividades

Assim que a parceria for confirmada, é importante que as duas empresas tenham os seus papéis bem definidos. Isso significa deixar claro quais são as funções e responsabilidades de cada parte. Assim, as chances de evitar problemas futuros aumentam consideravelmente. Afinal, cada empresa vai saber exatamente o que pode e o que não pode cobrar da outra.

Sintonizar expectativas

O mais difícil, porém, é garantir que as expectativas em relação ao trabalho estejam sintonizadas, seja na quantidade de trabalho que a sua empresa vai exigir no dia a dia, seja na qualidade da entrega do fornecedor. As expectativas precisam estar alinhadas para aumentar as chances de sucesso da parceria. A partir do momento que essa relação se torna mais próxima, os benefícios servem para os dois lados.

Quais práticas podem otimizar o controle de fornecedores?

A boa notícia é que algumas ações podem ser colocadas em prática para otimizar o controle de fornecedores. Confira, a seguir, algumas dicas.

Defina procedimentos

A primeira etapa para realizar um controle eficiente de fornecedores é definir os procedimentos, desde o horário de realização do serviço até mesmo as tarefas que cada profissional precisa fazer. Quais ferramentas e recursos podem ser utilizados? Todas essas questões devem ser esclarecidas previamente para garantir a padronização da qualidade do fluxo de trabalho.

Saiba escolher os fornecedores para quem vai terceirizar

Por melhor que seja o processo de definição dos procedimentos, ele não vai funcionar caso a empresa terceirizada não seja boa. Sendo assim, é fundamental ter muita cautela e atenção ao escolher os fornecedores. Não avalie a sua escolha apenas pelo valor, por exemplo. É importante fazer uma pesquisa de mercado de forma mais aprofundada para, assim, escolher a empresa que ofereça o melhor custo-benefício.

Faça um bom planejamento

O planejamento também é essencial para assegurar que o trabalho realizado pelo fornecedor seja, de fato, de qualidade. A ideia é fazer um mapeamento dos principais desafios e demandas exigidos pelo trabalho em questão. A partir dessa análise, se torna mais fácil identificar, por exemplo, o número de profissionais que devem trabalhar ou as ferramentas que precisam ser utilizadas.

Invista em tecnologia

A tecnologia pode desempenhar um papel fundamental nesse processo. Não apenas para garantir que o trabalho seja realizado de maneira mais eficiente, mas também para monitorar o desempenho e os resultados da parceria. A gestão dos fornecedores pode ser feita com o auxílio de softwares que podem fornecer dados e informações mais precisas sobre o tema.

Quais são os benefícios de adotar essas estratégias?

Para quem busca aumentar a performance financeira da companhia, conseguir a reduzir custos e otimizar a produtividade da sua equipe, fazer o controle de fornecedores é fundamental. Afinal, como explorar novas oportunidades de negócio ou oferecer a melhor experiência para os seus clientes sem a criação de um fluxo de trabalho bem definido internamente?

Entre as muitas tarefas envolvidas, uma delas é garantir que a relação com os seus fornecedores seja positiva. A longo prazo, isso vai permitir que o seu negócio tenha melhores condições de negociação, por exemplo, enquanto oferece um produto ou serviço de melhor qualidade. Tudo isso potencializando o desempenho e a capacidade de cada membro da sua equipe.

O controle de fornecedores é, portanto, uma tarefa essencial para o sucesso de qualquer organização. Afinal, o serviço pode ser terceirizado, mas ele vai impactar diretamente na experiência oferecida ao seu cliente final. No fim, é a reputação da sua marca que pode ser prejudicada, o que reforça a importância de atentar aos mínimos detalhes e garantir uma parceria de sucesso.

Agora que você já sabe o que é e como fazer o controle de fornecedores, o que acha de seguir bem informado sobre o assunto? Assine a nossa newsletter para receber conteúdos como este diretamente na sua caixa de entrada!

Compartilhe:
chat on-line
Olá, tudo bem?

Como posso te ajudar?

chat on-line