Será que vale a pena contratar uma diarista autônoma? Veja aqui!

Uma dúvida bastante frequentemente na gestão de condomínios é como manter a limpeza e higiene das áreas comuns. Afinal, vale mais a pena contratar uma diarista autônoma ou investir em uma empresa especializada?

Os síndicos precisam ter muito cuidado ao refletir sobre o assunto e ponderar todas as questões, como qualidade do serviço, custos e segurança. Já que é bem fácil perder o sono diante das reclamações de condôminos insatisfeitos com os serviços.

Neste conteúdo, explicamos por que vale mais a pena contratar uma empresa terceirizada, por ser uma atividade mais adequada às particularidades dos condomínios. Continue a leitura!  

Vale a pena contratar uma diarista autônoma?

A diarista autônoma é a profissional que presta os serviços de limpeza e higiene por conta própria, sem relação de emprego com o contratante. Além disso, ela só pode atuar, no máximo, duas vezes por semana para não caracterizar uma contratação como empregada doméstica.

Os serviços da diarista autônoma são adequados para diversas situações, como pessoas que moram sozinhas, casas que não são utilizadas com frequência ou famílias que necessitam apenas da faxina, pois já mantêm a residência organizada durante a semana. 

Sendo assim, quando partimos para um condomínio, a diarista autônoma terá dificuldades para prestar um serviço que agrade aos condôminos e a gestão do condomínio como um todo. No mais, a experiência será desgastante para ambas as partes.

Rotatividade elevada, ausências ao trabalho e limpeza inadequada são alguns problemas recorrentes ao contratar a diarista autônoma. Isso porque, por ser um condomínio, a profissional não terá o tempo necessário para executar as tarefas com o mesmo padrão de qualidade, independentemente dos tipos de ambiente e quantidade de serviço.

Por fim, é um problema que se torna ainda mais grave diante de exigências especiais, como o momento de crise sanitária pelo qual passamos.

Por que é menos vantajoso contratar uma diarista autônoma para o condomínio?

Uma empresa especializada já evoluiu com a experiência de executar os serviços em diferentes locais e situações. Esse know-how permite que ela crie processos adequados para as particularidades da limpeza e conservação dos condomínios, o que não acontece em relação à diarista autônoma.

Falta de padrões claros sobre o serviço

O trabalho da diarista conta com um fluxo de trabalho aleatório e indefinido. Logo, cada diarista trabalha do próprio jeito e com os próprios métodos. Portanto, não há um padrão continuamente aplicado, avaliado e melhorado em relação à qualidade do serviço.

Ausência de qualificações e capacitações

Uma diarista autônoma, geralmente, não passa por treinamentos e capacitações sobre as técnicas de limpeza e higienização. Assim, além da produtividade mais baixa em relação aos profissionais qualificados, a autônoma pode adotar comportamentos inseguros ao lidar com locais altos, produtos químicos, remoção de lixo etc.

Imprevisibilidade para o síndico

A diarista autônoma também não oferece segurança para o síndico quanto à continuidade dos serviços. Não há aviso prévio ou outras garantias contratuais, desse modo, o responsável pela gestão fica exposto às mudanças.

Dificuldades de gerir pessoas

Outro problema é que o síndico assume diversas tarefas relacionadas à gestão de pessoas:

  • encontrar profissionais competentes e com perfil adequado no mercado;
  • orientar a execução do serviço;
  • avaliar o desempenho;
  • reter os bons profissionais;
  • cumprir legislações trabalhistas.  

Logo, é natural que, por conciliar família, trabalho e gestão do condomínio, o síndico já esteja sobrecarregado de tarefas e não consiga se dedicar tanto ao RH do condomínio. E os reflexos são vistos na rotatividade, baixa produtividade, problemas com a legislação trabalhista, ausências ao trabalho etc.   

Por que os condomínios devem contar com um contrato fixo e terceirizado?

O contrato com uma empresa especializada traz ganhos de qualidade e eficiência. As melhorias estão relacionadas ao trabalho de bastidores da empresa e atingem os pontos de maior dificuldades para os síndicos. Confira os motivos para contratar. 

Recrutamento de pessoas qualificadas

Os serviços da empresa especializada se iniciam com a busca de pessoas qualificadas e comprometidas com o serviço. Analisar milhares de currículos, entrevistar candidatos e identificar os perfis comportamentais são apenas algumas das ações para identificar os profissionais certos.

Integração ao trabalho e treinamento

Além da contratação, é preciso ensinar a pessoa a trabalhar dentro dos padrões de qualidade esperados pela empresa, por exemplo, com o treinamento de equipe. Aqui, além da competência técnica, os profissionais devem ser orientados sobre comportamentos e atitudes, como comunicação com o cliente, atividades proibidas e segurança do trabalho

Avaliação de desempenho

Os profissionais também passam por avaliações de desempenho para garantir a qualidade da prestação de serviços. Essas avaliações permitem que a empresa identifique necessidades de novos treinamentos, contratações, orientações etc.

Métodos de trabalho

Outro diferencial é a adoção de métodos de trabalho claros e bem definidos, garantindo um padrão de qualidade. Normalmente, há um fluxo de trabalho conhecido pelos colaboradores, que seguem as diretrizes para serem mais produtivos e entregarem um serviço excelente.

Sistemas de incentivos

Os profissionais contam com mecanismos internos de valorização e incentivo no trabalho, como lideranças adequadas, salários ao nível de mercado e benefícios. Por conta disso, a tendência é a permanência dos colaboradores mais comprometidos e eficientes no trabalho.

Substituição de profissionais ausentes

Caso algum profissional fique doente ou peça a dispensa, a empresa especializada se encarregará de enviar um substituto. Logo, o síndico não tem dores de cabeça com interrupções no serviço, tampouco com a busca de outros profissionais às pressas.

Contrato regras claras

O síndico conta ainda com garantias em relação aos direitos e deveres das partes claramente definidas no contrato. Além da segurança para o condomínio, é uma forma de prestar contas das medidas tomadas pela gestão e dar uma resposta às reclamações dos condôminos. 

Quais são as vantagens?

A contratação de uma empresa de limpeza oferece diversas vantagens em relação à diarista autônoma:

  • padrões de qualidade no serviço;
  • menos burocracia;
  • respeito à legislação trabalhista;
  • segurança e confiabilidade;
  • tranquilidade para o síndico priorizar outras atividades;
  • flexibilidade para escolher a equipe;
  • satisfação dos condôminos.

Aqui na Verzani e Sandrini, podemos ajudar o seu condomínio a contar com esses benefícios. Limpeza e conservação são nosso carro-chefe desde 1967, e o conhecimento acumulado ao longo de anos ajuda a contratar, treinar e empregar os melhores profissionais nesses serviços. 

Um dos nossos diferenciais são as atividades de gestão de pessoas que, como visto, são indispensáveis para alcançar um padrão de qualidade elevado. Esse trabalho já foi reconhecido por quatro anos seguidos pelo prêmio Top of Mind Estadão de RH, que é a principal premiação do setor.

Por isso, vale a pena substituir a diarista autônoma por serviços especializados. Ao contar com a nossa parceria, você terá uma gestão livre de problemas sobre os serviços de limpeza e conservação. Logo, pode ficar mais tempo com familiares ou priorizar outras pautas relevantes da sua gestão do condomínio.

Entre em contato agora mesmo e solicite uma proposta para resolver os problemas de limpeza e conservação do seu condomínio!

Treinamento de funcionários terceirizados: entenda as responsabilidades de cada parte
Compartilhe:
chat on-line
Olá, tudo bem?

Como posso te ajudar?

chat on-line
pt_BRPortuguese