Guia completo sobre o gerenciamento de facilities hospitalar

As organizações hospitalares estão entre as instituições mais difíceis de administrar, especialmente no que tange os seus processos, já que incluem procedimentos, pessoas, equipamentos e fatores externos que geram riscos constantes. No meio disso tudo, a gestão estratégica não deve tomar o lugar da parte operacional, que pode ser otimizada por meio do gerenciamento de facilities hospitalar.

Portanto, neste post, você vai conferir como revisar os serviços de hotelaria hospitalar, higienização e desinfecção de ambientes por meio do gerenciamento de facilities hospitalar. Fique de olho e aproveite a leitura!

O que é e como funciona o gerenciamento de facilities?

Facilities é uma expressão utilizada para se referir a todos aqueles serviços de infraestrutura que dão suporte ao funcionamento de uma empresa de qualquer natureza. Eles são os serviços comumente conhecidos como “serviços gerais” e incluem:

Seu objetivo final é facilitar o dia a dia das instituições no que se refere àquelas atividades que não são a sua finalidade. Assim, os gestores do negócio podem focar a sua atenção na administração dos ambientes organizacionais e na qualidade de vida do trabalho dos funcionários.

É possível pensar no gerenciamento de facilities hospitalar como todas aquelas atividades que são suporte ao funcionamento de um determinado local. Assim, a gestão deve se adaptar à rotina da instituição e organizar os seus processos de forma a aumentar a eficiência geral.

Isso é importante em especial para os hospitais, que contam com um funcionamento ininterrupto e demanda constante. Como as equipes de saúde estão sempre em prontidão para atender aos pacientes, é fundamental que haja equipes de apoio para as atividades complementares.

Nesse tipo de ambiente, o gerenciamento de facilities hospitalar deve ser visto como algo estratégico, em especial porque esses locais demandam ambientes limpos, higienizados, organizados e desinfectados, afinal, isso impacta a saúde e o bem-estar dos enfermos.

Por fim, uma boa gestão de facilities também ajuda a economizar e a melhor aproveitar os recursos disponíveis, além de contribuir significativamente com a imagem da empresa. Com tudo isso, também aumenta a produtividade das equipes e a satisfação dos consumidores finais.

É por isso que, na maioria dos casos, os facilities são terceirizados — uma iniciativa que proporciona muitas vantagens. Entre elas está a maior segurança e saúde dos pacientes, já que equipes especializadas passam a cuidar desses serviços.

Como a atividade-fim da empresa terceirizada são esses serviços, ela investe pesado em qualificação para as suas equipes. É assim que a empresa ou o hospital aproveitam serviços de alta qualidade sem precisar se preocupar com o treinamento das equipes.

Qual é a importância da gestão de facilities hospitalar?

Podemos dizer que a gestão de facilities é algo essencial dentro da atividade hospitalar. Isso porque ela ajuda a manter e garantir as condições de segurança das instalações, além de otimizar o uso de recursos por meio do desempenho dos serviços.

De certo modo, sua contribuição também é significativa no que diz respeito à qualidade dos serviços prestados. Uma boa gestão de facilities hospitalar proporciona um ambiente mais acolhedor e muito mais humanizado para os pacientes, seus acompanhantes e visitantes. Ao mesmo tempo, contribui para o atendimento às necessidades dos colaboradores, como a demanda por ambientes mais limpos e organizados.

Como a estrutura hospitalar e o gerenciamento das suas atividades são complexos, pode ser complicado para a administração se manter atento a tudo de forma eficiente e satisfatória. Assim, é interessante contar com uma empresa parceira para dar conta das demandas de todos os departamentos.

Quando é bem executada, essa gestão tem um grande papel na agregação de valor à imagem do hospital, que causa um impacto muito mais positivo com os seus serviços. É inegável o quanto um lugar bem cuidado e apresentável transmite uma imagem mais confiável, não é mesmo?

Com mais agilidade, produtividade, eficiência e disponibilidade nas instalações, o hospital consegue reduzir custos e impulsionar resultados. Com isso, os recursos hospitalares são melhor aproveitados e os investimentos são aplicados em áreas de maior necessidades, contribuindo para o desenvolvimento sustentável do negócio.

Quais são os impactos da hotelaria hospitalar nas instituições de saúde?

Os hospitais têm como foco a prestação da assistência médica. No entanto, existem outros serviços que impactam diretamente a experiência e a jornada do paciente, como a hotelaria hospitalar, que conta tanto com a hospedagem do enfermo quanto com serviços básicos, tais como higienização, nutrição, lavanderia e muitos outros.

São essas atividades entrelaçadas que constroem o diferencial competitivo da instituição. Por isso, é importante encarar uma abordagem sistêmica e não individual em relação a esses serviços. Esse é o motivo pelo qual o gerenciamento de facilities hospitalar é tão relevante dentro do segmento, afinal, ele reúne todas as atividades complementares e as transformam em uma só, agilizando processos.

Sendo assim, as soluções se complementam. O hospital precisa fornecer serviços de qualidade, ao mesmo tempo que quer dedicar sua atenção completamente às suas atividades-fim. Enquanto isso, uma gerenciadora de facilities tem os recursos e a expertise necessários para assumir essa parte do trabalho. Em geral, isso proporciona muitos benefícios, como os que você verá a seguir.

Facilita o gerenciamento de leitos

Independentemente das especializações das alas ou das comorbidades envolvidas com os leitos hospitalares, a sua gestão é sempre um ponto de desafio para os hospitais. Como o fluxo de pacientes é intenso e a demanda é alta, manter essas atividades eficientes não é algo tão simples.

É necessário garantir que todos os pacientes recebam os cuidados que demandam, sendo devidamente atendidos e inibindo, assim, os riscos de problemas que possam surgir pela falta de insumos ou pela sobrecarga dos profissionais, por exemplo. Sendo assim, a hotelaria hospitalar tem um papel primordial nisso tudo.

Ela ajuda a melhorar a gestão de toda a operação, desde a organização até a eficiência do atendimento de cada paciente. Além disso, a hotelaria tem uma grande contribuição na eficácia da troca de leitos, reposição de materiais e higienização dos locais.

É claro que isso tudo acaba demandando serviços eficientes, já que tudo precisa ser realizado sem interromper o fluxo das atividades. Portanto, com a gestão de facilities hospitalar, é possível dedicar o foco e a atenção a uma administração mais satisfatória dos leitos, uma vez que manter os aspectos físicos da organização e a higienização hospitalar não é um problema para as equipes especializadas.

Além disso, um dos principais setores hospitalares é o pronto atendimento, o que significa que a unidade deve estar constantemente preparada para receber as emergências de saúde. Para isso, muitas vezes, é importante contar com um gerenciamento de facilities que se adeque a essa rotina e organize os processos.

Aumenta o foco no paciente e a humanização dos atendimentos

Os serviços hospitalares são comumente conhecidos pelo seu foco exclusivo na saúde e pela negligência em um atendimento mais humanizado e com foco no paciente. Em função disso, os gestores estão mais atentos às necessidades dos enfermos, melhorando suas condições de estadia no hospital e tornando essa experiência menos estressante e mais confortável e calorosa.

Além disso, em muitas instituições do mercado de saúde, a realidade são equipes fazendo trabalhos de outras áreas. Em geral, os funcionários não têm clareza sobre quem faz o quê, e com isso todos acabam desempenhando um pouco de qualquer função. O resultado é uma correria e ainda mais desatenção com o atendimento.

Com uma equipe terceirizada, por exemplo, destinada a atividades específicas, é possível eliminar redundâncias. Assim, os enfermeiros conseguem dedicar mais do seu tempo para os pacientes, o que melhora a qualidade do atendimento e ainda possibilita essa humanização necessária na prestação de serviços.

Dentro desse contexto, as atividades de hotelaria são imprescindíveis para melhorar o relacionamento com o paciente, proporcionando mais bem-estar, tanto para ele quanto para os seus familiares e acompanhantes durante a internação.

Diminui consideravelmente os custos

Os gastos também sofrem um impacto expressivo. Com uma equipe específica terceirizada cuidando do gerenciamento e execução dos facilities, os equipamentos e serviços de apoio se tornam muito melhor aproveitados, reduzindo desperdícios e economizando recursos.

De certa forma, também existe a incidência da qualificação dos serviços. Nos casos em que uma mesma empresa presta serviços para hospitais diferentes, ela consegue avaliar quais são os aspectos que fazem essa diferença. Logo, as equipes passam a ter uma visão sistêmica, sabendo como aperfeiçoar ações do dia a dia que otimizam os resultados sem que isso incida no aumento de custos, por exemplo.

Aumenta constantemente a qualidade

Um dos pontos positivos da hotelaria hospitalar é que ela está em uma constante busca pela qualidade. Isso porque os profissionais que trabalham diretamente com essa atividade estão sempre atentos aos feedbacks dos pacientes e, consequentemente, às melhorias que podem ser implementadas a partir disso.

Em muitos casos, com um planejamento adequado, uma equipe engajada e a adoção de tecnologias, é possível adotar indicadores e métricas que ajudam a medir a satisfação dos usuários e o desempenho das atividades do setor. Assim, é possível implementar melhorias em todos os fluxos, desde o nível administrativo até o operacional.

Acelera os retornos financeiros para a instituição

Uma consequência de todos os tópicos que já foram abordados até aqui é que a hotelaria hospitalar acelera os retornos financeiros para a instituição. Isso porque, com a satisfação dos pacientes e com a otimização dos serviços internos, é possível conquistar um grande diferencial competitivo.

Em geral, um serviço de qualidade aumenta a confiança do público na instituição. Existe uma grande diferença pautada na forma como os pacientes são atendidos, portanto, quanto mais humanizada essa abordagem, maior o valor gerado.

Assim, esses espaços se tornam facilmente os preferidos da população, sendo procurados sempre que demandam tratamentos médicos, exames de rotina ou mesmo naqueles casos de acidentes ou doenças graves. Em suma, o serviço de hotelaria hospitalar ajuda a fidelizar o público.

Quais os pontos de atenção para o gerenciamento de facilities?

Cada instituição demanda serviços bastante específicos de facilities. Ainda assim, em muitas delas, cada segmento pode apresentar necessidades diferentes. Em um hospital, cada ala ou setor pode demandar serviços distintos entre si. Mesmo assim, alguns deles são básicos e se repetem com frequência.

Segurança

Dentro de um hospital, a segurança é um fator importantíssimo. Apesar de cuidar da restauração da saúde de enfermos, um ambiente hospitalar oferece diversos riscos de diferentes naturezas. Isso inclui riscos físicos, químicos, biológicos, patrimoniais e até mesmo digitais.

Por isso, é importante contar com equipes que mitiguem a exposição a esses perigos no que diz respeito à supervisão, às práticas adotadas pelos profissionais e à contratação de pessoal para cuidar da vigilância do patrimônio e acesso às áreas internas do hospital.

Uso adequado de EPIs

Em um hospital, os colaboradores estão expostos a muitos riscos, tanto as equipes de facilities quanto os profissionais de saúde. Existem muitos materiais contaminantes dentro desse ambiente, além do risco de exposição a fatores físicos e químicos que podem ser prejudiciais. Por isso, é essencial realizar o uso correto de Equipamentos de Proteção Individual, que incluem:

  • luvas;
  • botas;
  • toucas;
  • óculos;
  • máscaras;
  • aventais.

Separação dos processos de higienização hospitalar

Nem tudo que está dentro de um hospital pode ser higienizado da mesma maneira. Pense, por exemplo, na diferença entre a higienização do setor de recepção e da Unidade de Tratamento Intensivo. As necessidades são muito distintas e, por isso, é importante contar com uma equipe que saiba o que está fazendo.

É preciso separar os processos de higienização hospitalar de acordo com os diferentes setores, sua demanda e sua respectiva exposição aos riscos. Em tempos de pandemia, a biossegurança é algo que está ameaçado em todos os ambientes hospitalares, afinal, pode haver áreas contaminadas pelo vírus em qualquer ambiente.

Assim, é muito importante que esses espaços sejam devidamente esterilizados por uma equipe que conheça os produtos e procedimentos certos, tanto para erradicar os riscos quanto para proteger a si mesmos enquanto fazem isso.

Adequação do processo de coleta de resíduos

Os resíduos hospitalares são outro fator de risco. Entre os materiais perfurocortantes e todos os itens que podem estar contaminados por material biológico, o descarte correto é algo imprescindível.

Além disso, é importantíssimo contar com uma rede de coleta de resíduos especializada. O hospital precisará dispor de infraestrutura para alocar e transportar todo esse material até o recolhimento. Depois, é preciso que uma equipe especializada faça a correta destinação desses volumes.

Manutenção

Seja em relação às ações corretivas, preventivas ou preditivas, a manutenção também é uma área de grande relevância em ambientes hospitalares. Isso porque sua infraestrutura deve ser segura o suficiente para garantir a integridade dos seus usuários.

Desse modo, é importante contar com equipes que trabalhem exclusivamente com a manutenção das condições prediais, como a parte elétrica e de construção civil. Mas, ao mesmo tempo, é primordial realizar a manutenção frequente dos espaços internos, o que inclui equipamentos e maquinários utilizados para exames, internações e demais procedimentos.

Como revisar serviços de hotelaria hospitalar, higienização e desinfecção de ambientes?

Revisar os serviços de hotelaria hospitalar, higienização e desinfecção de ambientes vai exigir um cuidado redobrado com todos os aspectos que já abordamos até aqui. Embora pareça algo redundante, na verdade, será muito mais simples para o hospital checar a eficácia desses serviços do que cuidar da sua execução.

Portanto, será preciso repassar item por item.

Uso de EPIs

Especialmente em função da pandemia, é precisa checar se os responsáveis pela preservação da saúde e os profissionais que atuam na linha de frente estão seguindo todos os protocolos de segurança, especialmente no que diz respeito ao uso de máscara, luvas, óculos, roupas especiais e aos procedimentos de desinfecção.

Os intervalo de uso e a aplicação de certas medidas dependerão do ambiente em questão. Mas, em geral, é muito importante exigir que todos adotem as medidas.

Processos de higienização hospitalar

Higienização e desinfecção são dois termos muitos diferentes. Deixar um ambiente limpo é muito simples, mas desinfetá-lo é algo que exige cuidados redobrados. Por isso, certifique-se de que, além de remover as sujeiras, as técnicas de desinfecção sejam corretamente adotadas.

Elas são particularmente importantes em espaços já contaminados, como as alas com pacientes positivados em quarentena ou os internados na UTI. Não esqueça de cobrar o uso de utensílios apropriados, além de supervisionar os métodos empregados.

Processo de coleta de resíduos

É muito simples entender se a coleta de resíduo hospitalar está sendo feita da maneira correta. Basta checar se os itens estão sendo tratados de acordo com o grupo ao qual correspondem:

  • grupo A: biológicos;
  • grupo B: químicos;
  • grupo C: radioativos;
  • grupo D: comuns;
  • grupo E: perfurocortantes.

Equipamentos de ar-condicionado

Outro vilão importante que provoca a proliferação de ácaros, fungos, mofo e até mesmo bactérias dentro do hospital é o ar-condicionado. Sendo assim, ele deve estar na sua lista de revisão dos serviços de hotelaria hospitalar e higienização de ambientes.

Em locais com muita circulação de pessoas, é imprescindível minimizar os riscos de infecção com doenças já presentes. Por isso a manutenção desses equipamentos é tão relevante, já que garante uma boa qualidade do ar no ambiente e contribui para a preservação da saúde nas áreas internos.

Saúde da equipe

Outro aspecto relevante é a saúde da equipe de gerenciamento de facilities hospitalar, assim como o time da área de atendimento. Muitas vezes, é importante reforçar as orientações sobre as atividades e a disponibilização de produtos para higienização e proteção individual, fazendo com que a equipe se sinta acolhida.

Nesse sentido, uma boa liderança pode fazer toda a diferença para que os trabalhadores cuidem também da própria saúde e integridade física, preservando a si mesmos e aos outros.

Por que empregar novas tecnologias na área da saúde?

O uso de tecnologias também é algo que faz bastante diferença no dia a dia de trabalho e no gerenciamento de facilities. Estamos na era tecnológica e contamos com inúmeras ferramentas que podem facilitar a rotina, então, por que não as utilizar a nosso favor?

Essas inovações proporcionam melhores condições de trabalho, ajudam a otimizar a administração das jornadas de trabalho e ainda aumentam a precisão na medição dos resultados, geração de indicadores e emissão de relatórios, por exemplo.

Sem falar nos recursos que podem proporcionar mais conforto e segurança para os pacientes. Isso vai desde equipamentos e procedimentos mais modernos até recursos que potencializam a engenharia hospitalar e, por consequência, a hotelaria.

Mesmo na higienização dos ambientes podem existir equipamentos mais modernos e com tecnologias que facilitam o trabalho. Isso também vale para sistemas de administração eficientes, que potencializam o trabalho, a considerar:

  • smart glasses;
  • smart probes;
  • robótica;
  • sensores IoT;
  • tecnologia 3D.

Outro fator que pode ser incorporado é a modernização dos processos de manutenção, que podem evitar o uso de equipamentos até a falha, dispensando a parada para conserto. Assim, os próprios sensores das máquinas indicam quando há risco de alguma falha, apontando o momento certo de realizar reparos e ajustes.

Por que contar com empresa terceirizada especializada no ramo?

Para que as atividades sejam realizadas com eficiência e agilidade, é preciso investir massivamente na qualificação e na gestão da equipe. Pare que você não tenha que dividir o foco do empreendimento, o mais recomendado é contar com uma empresa terceirizada.

Como você já viu ao longo deste conteúdo, os terceirizados são especializadas no fornecimento desses serviços. Logo, a preparação e o treinamento das equipes já são parte estrutural do seu negócio. A empresa também possui um sistema eficiente de gerenciamento desse pessoal, agilizando questões como:

  • contratação e demissão;
  • avisos-prévios;
  • atestados;
  • afastamentos;
  • substituições.

Assim, você não precisa se preocupar com nada disso. O mesmo vale para o monitoramento das atividades, a gestão das equipes e a cobrança por desempenhos satisfatórios. Em resumo, uma empresa terceirizada agilizará tudo aquilo que não é o foco do hospital, deixando para você apenas a responsabilidade de gerir as equipes de saúde.

Para aumentar a competitividade e a atratividade dos seus serviços, muitas empresas terceirizadas também investem na adoção de tecnologias que facilitam o seu trabalho. Grande parte fornece praticamente todo material necessário para a execução do serviço, ficando para o hospital apenas a responsabilidade de disponibilizar seu espaço físico.

Agora você já conhece os principais aspectos sobre facilities hospitalar, incluindo os fatores que influenciam em um bom atendimento para o paciente. Estamos vivendo uma era de transição em muitos sentidos. A pandemia trouxe consigo a necessidade e a possibilidade de humanizar os atendimentos, trazendo à tona o que há de melhor nos serviços de saúde: a preservação do ser humano.

Isso inclui todas as suas necessidades, desde a manutenção da vida e integridade física até os aspectos emocionais e psicológicos. Afinal, todos aqueles que lidam com algum problema de saúde estão, de algum modo, fragilizados e precisando de contato humano.

Já que você já se tornou praticamente um expert em facilities hospitalar, que tal conferir o nosso guia completo de gestão de facilities para hospitais?

Guia prático de como fazer a gestão de demandas em sua empresa
Compartilhe:
chat on-line
Olá, tudo bem?

Como posso te ajudar?

chat on-line
pt_BRPortuguese