Como usar a inteligência logística para gerar diferencial competitivo? Veja!

Você sabe o que é preciso fazer para conquistar um diferencial competitivo para sua empresa e se destacar no mercado? Bom, essa é, sem dúvida alguma, uma questão essencial e que ronda os pensamentos de muitos empresários e gestores. No entanto, a inteligência logística pode ajudar e muito. 

Essa é uma forma de entender as necessidades dos clientes, atender todas elas e ainda encontrar mais oportunidades. Ao mesmo tempo, é um modo de gerar uma excelente experiência de compra para os consumidores e, claro, de aumentar a possibilidade de fiscalização.

Despertamos sua curiosidade? Então, continue acompanhando o texto para entender o conceito de inteligência logística e agregue vantagem ao seu negócio!

O que é a inteligência logística?

Essa é uma prática que envolve habilidades e competências que permitem criar respostas práticas e eficazes dependendo das necessidades do mercado, mas também dos clientes e dos concorrentes. O resultado disso são processos mais direcionados e produtivos para alcançar os objetivos. 

Com isso, os gestores passam a ter uma visão muito mais ampla e crítica sobre as operações da empresa. Como as atividades estão inter-relacionadas, uma pode acabar impactando o resultado da outra, ou seja, isso significa que o ótimo desempenho logístico vai depender, sobretudo, da equipe interna, dos funcionários de outros setores e até mesmo de outras corporações. 

Resumindo, então, o conceito de inteligência logística acaba abrangendo atividades multifuncionais e integradas. Assim, existe um foco na criação de conhecimento e no desenvolvimento dos profissionais, na agregação de valor aos serviços e produtos e, claro, na otimização e padronização de processos logísticos. 

Como usá-la para gerar diferencial competitivo?

É preciso ter em mente que somente a ferramenta não vai acrescentar valor. Porém, existem características que permitem utilizar a inteligência logística como uma vantagem competitiva. Portanto, é fundamental lembrar que a conquista das vantagens só vai ser possível por meio de alguns critérios. Veja quais são eles!

Inovação

O propósito é deixar o empreendimento aberto a novos conceitos, ideias e perspectivas. Dessa forma, poderá lançar novos serviços e produtos ou então revisar os processos que já foram executados.

Planejamento

O objetivo aqui é estar totalmente preparado para possíveis imprevistos, tendo um bom controle de estoque e evitando as questões operacionais urgentes, pois acabam consumindo tempo e muitos esforços no dia a dia. 

Visibilidade

Aqui a finalidade é controlar os processos do negócio e acessar as informações importantes. Isso com certeza vai gerar muita transparência na cadeia de suprimentos. Ao colocar esse critério em prática, tem-se uma tomada de decisão muito melhor, tornando-a mais ágil, precisa e eficaz. Por consequência, a empresa passa a ter uma gestão mais rápida e flexível. 

Inteligência operacional

Esse é um critério que se relaciona à capacidade de criar soluções a fim de atender as necessidades dos consumidores. Desse modo, passa a ser possível uma rentabilidade contínua, para os setores operacionais, estratégicos e táticos. O benefício que se conquista na inteligência operacional é a possibilidade de utilizar o conhecimento de diferentes colaboradores para conseguir melhorias em todos os aspectos.

Acompanhamento de indicadores de desempenho

Esses indicadores acabam facilitando a análise dos gestores em relação aos resultados dos processos. Assim, fica muito mais fácil tomar decisões com base em números, identificar possíveis gargalos na operação e levantar as causas dos problemas. 

Clima organizacional

Refere-se à motivação e ao engajamento dos profissionais. O objetivo é ter um ambiente bastante positivo, fazendo com que os funcionários compartilhem os valores empresariais, sejam capazes de atingir os objetivos que foram traçados e transformem as tarefas geridas. 

Qual a importância da inteligência logística?

Dentro das empresas, um grande centro de custos é o segmento logístico. Isso porque a quantidade considerável de funcionários e a necessidade de ter grandes equipamentos acabam demandando muitos investimentos. 

Logo, quando existe uma preparação incorreta, com o uso de informações incompletas e uma tomada de decisões baseada em achismos e intuições, a situação passa a ficar ainda mais dispendiosa na empresa, deixando seu capital muito comprometido.

Por outro lado, ao contar com um segmento logístico realmente inteligente, a empresa acaba criando vantagem competitiva a partir de uma integração adequada, levando em conta a realidade do negócio. O objetivo é a eficiência e a produtividade: maximizar o tempo de execução, minimizar o tempo de inatividade e as barreiras para a entrega, entre outros. 

É nesse ponto que a inteligência logística passa a ser essencial e muito relevante, uma vez que, com ela, os gestores podem criar planejamentos mais concretos e eficazes e também determinar os seus principais indicadores de desempenho. Assim, poderão medir os resultados e, claro, trabalhar para ter melhorias contínuas na empresa. Usar os recursos da empresa com esperteza e criar planejamentos produtivos configura-se uma vantagem competitiva. 

Quais os benefícios da inteligência logística? 

A seguir, confira quais são as principais vantagens da inteligência logística para sua empresa!

Rotinas e rotas otimizadas

Quando se trabalha com inteligência logística, usa-se o máximo de informações e de dados seguros para trazer as melhores rotinas eficientes. Dessa forma, torna-se possível criar planejamentos para ter rotas mais otimizadas e com uma segurança bem maior. Tudo isso resulta em entregas dentro do prazo e muito mais eficientes. 

Comunicação transparente e eficiente 

Linguagem confusa, falta de informação, mensagens conflitantes e falta de clareza são questões que podem aparecer na empresa quando a comunicação não ocorre de forma adequada. São muitos os impactos negativos que isso causa, desde a queda na produtividade até a redução na confiança dos profissionais.

Trabalhar a comunicação externa e interna dentro do conceito de inteligência logística realmente faz a diferença. Até porque deixar mensagens relevantes abertas à interpretação pode acabar levando a uma grande confusão de ideias. 

Vale lembrar que, no setor de logística, uma comunicação transparente também envolve uma interação direta com clientes, com a resolução de possíveis dificuldades e compartilhamento de dados e informações a respeito do andamento dos serviços. 

Melhor relacionamento com cliente

Os clientes são a base de sucesso de toda empresa. Os principais objetivos das estratégias de relacionamento precisam ser identificar, compreender e atender às necessidades dos consumidores. Compreender a importância dos clientes em todas as etapas do processo logístico da empresa vai ajudar a garantir uma satisfação bem maior e, claro, otimizar os resultados.

Para construir um relacionamento duradouro e bem sólido é preciso ter transparência, eficiência e muita honestidade. Quando a empresa trabalha com inteligência logística, é possível atender esse denominador comum

Produtividade e organização 

A organização está totalmente ligada à produtividade. Quando elas fazem parte do dia a dia de uma empresa, os colaboradores conseguem render muito mais, afinal de contas, eles não têm que se preocupar com outras tarefas além das suas. 

Vale destacar que a falta de organização não está ligada somente à bagunça física. No setor logístico, existem diversos processos sendo executados de forma paralela, por isso desorganização pode significar taxas ignoradas, contagens equivocadas ou contratos mal planejados, por exemplo. 

Em um mercado tão competitivo e com clientes que sabem suas posições atuais, é claro que manter a organização é algo que ajuda a assegurar serviços muito acima da média, além de rendimentos que condizem com as expectativas da empresa.

Redução de custos

Se a empresa é capaz de desenvolver uma comunicação transparente, otimizar suas rotas de entregas, ter um bom relacionamento com os clientes e manter a organização, naturalmente, ela vai conseguir reduzir custos. É bem simples essa matemática: quando se tem processos sendo executados de maneira correta, é preciso gastar bem menos com resolução de problemas ou retrabalhos. 

Bom, agora você já sabe o que é a inteligência logística, conhece suas vantagens e sabe como é possível aplicá-la para conquistar um diferencial competitivo. Então, não perca mais tempo e adote as estratégias mais adequadas às demandas e às características da empresa para atingir o sucesso tão desejado.

Gostou de saber mais sobre a inteligência nesse setor tão importante para os negócios? Quer continuar aprendendo com nossos conteúdos? É só assinar nossa newsletter para receber as novidades direto na sua caixa de entrada!

Compartilhe: