Saiba o que é Lean Healthcare e como funciona na prática!

Conquistar e manter um alto padrão de qualidade nas instituições de saúde não é nada fácil de se conseguir, concorda? Mas temos uma ótima notícia para você: há uma metodologia que contribui significativamente para isso, e ela é conhecida como Lean Healthcare. Ela consegue aumentar a produtividade e reduzir gastos sem prejudicar o atendimento aos clientes.

Você já ouviu falar sobre a relevância que essa metodologia tem no meio industrial? Certamente sim, afinal, essa é uma filosofia japonesa de muito sucesso no mundo todo. E, felizmente, ela alcançou outras áreas, e a da saúde é uma delas.

Agora você estar com dúvidas, se perguntando “como é que uma metodologia que é bastante aplicada na indústria pode ser usada na área da saúde?”. É sobre isso que vamos falar agora! Aproveite a leitura!

O que é Lean Healthcare e como funciona na prática?

Bom, foi na Toyota, montadora de veículos japonesa, que tudo começou. Assim que passou a II Guerra Mundial, eles passaram a criar o Sistema Toyota de Produção, conhecido também como Modelo de Gestão Lean. Um modelo de gestão que, depois de 50 anos, o mundo todo iria copiar.

Esse modelo começou a se espalhar por diversas empresas de manufatura, chegando até às instituições de saúde. Mas houve uma mudança no nome, passando de Modelo de Gestão Lean para Lean Healthcare.

Podemos resumir dizendo que o Lean Healthcare se trata de um conjunto de técnicas, ferramentas e conceitos do Lean que é utilizado no setor de saúde, para fazer uma grande mudança no modo como os estabelecimentos de saúde fazem sua administração e organização.

Sabe o que “lean” significa em uma tradução bem livre? Enxuta! Esse é um termo bastante usado no mundo das startups, que usam constantemente o método Lean Startup. Com o objetivo de evitar desperdícios em seus processos e de validar modelos de negócio.

O nome, na área da saúde, teve sim uma alteração, mas continua seguindo esse mesmo propósito. Então, a partir de um conjunto de ferramentas, conceitos e técnicas, a finalidade é encontrar, remover ou diminuir possíveis desperdícios nos processos do hospital.

Por que tem se tornado tendência em todo o mundo e como vem sendo adotada no Brasil?

Essa metodologia tem se tornado uma grande tendência graças ao potencial de resultados que consegue trazer para o setor hospitalar. A aplicação do Lean Healthcare já é uma tendência há mais tempo no Reino Unido, na Austrália e na América do Norte, por exemplo. Mas, aqui no Brasil, já está conquistando muitas instituições de saúde.

Quais são os seus impactos?

Bom, certamente você já conseguiu notar a importância de implementar esse método para reduzir desperdícios e melhorar os processos de gestão, certo? Caso ainda esteja com dúvidas, não se preocupe, pois, vamos mostrar os principais impactos dessa aplicação nos hospitais! Confira abaixo!

Aumento da produtividade

Essa consequência é garantida, afinal de contas, ao ter processos bastante organizados, é possível aumentar a produtividade sem comprometer a qualidade dos serviços ofertados. Ou seja, isso significa que você passa a oferecer um bom atendimento, mantém a equipe motivada e ainda diminui o tempo gasto em cada atividade.

Redução de custos

A produtividade fica em alta, enquanto os gastos caem. Não precisamos nem falar que esse é o grande sonho de qualquer gestor, certo? Ao acabar com os desperdícios nos processos, os recursos, como remédios, equipamentos, dinheiro e tempo acabam sendo usados de modo mais cuidadoso. Há ainda a redução de custos com manutenção e conservação das instalações.

Oferta de um serviço de qualidade

A qualidade dos serviços que o hospital oferece afeta diretamente a percepção das pessoas. Ao aplicar o método Lean Healthcare, consegue-se aumentar a satisfação dos pacientes e conquistar eficiência. Assim, a instituição conquista maior credibilidade no mercado.

Parece algo impossível chegar à recepção da internação e não ter que ficar um bom tempo apresentando documentos e preenchendo formulários? Então, isso pode ser real quando se aplicado as técnicas de Lean Healthcare.

Há ainda outros benefícios dessa implementação. Confira:

  • otimização de processos;
  • melhoria contínua dos processos;
  • maior eficiência na prestação do serviço de saúde;
  • aumento da segurança e da satisfação dos pacientes;
  • garantia de que os pacientes estão recebendo os cuidados adequados;
  • redução do tempo de espera no atendimento;
  • redução de horas extras e de retrabalho dos colaboradores;
  • aumento da lucratividade.

Como colocar em prática?

Bom, como toda mudança, antes de aplicar esse modelo de gestão, é necessário realizar determinados mapeamentos. Fazendo isso, você consegue ter uma visão mais geral de todos os processos que mais importam no hospital e, então, vai poder dar foco em cada parte de maneira individual. Veja a seguir as dicas para implementar corretamente!

Faça uma avaliação do papel de cada área

Para colocar as mudanças em prática, tente compreender como cada setor funciona na instituição. Considere aquilo que pode ser replicado e o que precisa de melhorias. Quando você tem uma visão mais macro, torna-se mais fácil decidir sobre cada departamento de forma separada.

Encontre oportunidades de melhoria

Ao fazer esse mapeamento, para começar, opte por um setor do hospital que mais gera valor e no qual existem problemas que devem ser solucionados para aprimorar os processos. Com o tempo, é preciso ir fazendo a mesma coisa com as outras áreas da instituição até que você atenda todas.

Acabe de vez com os desperdícios

Para que você consiga ter agilidade nos processos, é fundamental acabar com tudo aquilo que não está gerando valor. Lembre-se de que a base do método é essa. Então, faça uma boa avaliação e veja tudo que pode ser substituído por alternativas que tenham um custo-benefício maior.

Considere o olhar dos pacientes

Para melhorar o atendimento aos pacientes, do agendamento de consultas até os resultados finais, é imprescindível que se tenha um diálogo com eles e com as equipes médicos para saber o que pensam a respeito dos processos. Essa é uma ótima maneira de coletar informações importantes.

Determine as metas de acompanhamento

Saiba que é preciso ter um monitoramento constante das mudanças e das etapas. Afinal, sem metas, não é possível saber se houve melhoria nos processos ou se ainda necessita ser ajustados. Então, procure mensurar objetivos de curto, médio e longo prazo, sempre propondo ajustes, caso seja necessário.

Melhore continuamente

Por fim, é preciso ter em mente que um ótimo modelo de gestão está sempre em evolução. Portanto, uma das metas deve ser melhorar continuamente.

Como você pode ver, esse método de gestão tem que ser um agente transformador da cultura do hospital. Para isso, todos os profissionais da instituição devem acreditar e fazer a diferença para que os resultados sejam realmente atingidos.

O Lean Healthcare é uma metodologia que está mudando o modo de pensar de muitos profissionais e gestores da área da saúde. Mas é preciso destacar que implementar esse tipo de melhoria na instituição exige tempo e muita dedicação. E algo que precisa ficar claro é que os resultados podem não surgir de um dia para o outro. O importante é não desistir e estar sempre em busca de melhorias.

E aí, gostou de saber mais sobre esse método de gestão? Aproveite e compartilhe este texto em suas redes sociais para que mais pessoas fiquem por dentro do que é Lean Healthcare!

Compartilhe:
chat on-line
Olá, tudo bem?

Como posso te ajudar?

chat on-line
pt_BRPortuguese