Realidade aumentada: como aplicar na indústria? Entenda!

A realidade aumentada (RA) é uma tecnologia que permite a interação entre o mundo virtual e o mundo real. Ela faz parte do contexto da tão falada Indústria 4.0, ajudando a criar as fábricas inteligentes, que são cada vez mais produtivas e eficientes. Não é mais novidade que grandes inovações estão tomando conta das indústrias, não é verdade?

A principal vantagem disso é a enorme facilidade que os colaboradores vão ter para executar suas atividades. Além disso, vale ressaltar que, com a chegada da tecnologia 5G, as conexões vão ter alta potência, e isso vai afetar diversas indústrias de tecnologia. Inclusive, o setor da realidade aumentada é um bom exemplo em que as mudanças podem ser mais relevantes.

Ainda não está por dentro do conceito de realidade aumentada? Calma, pois preparamos este texto para deixar você por dentro de tudo! Acompanhe e veja as vantagens e as aplicações da RA na indústria! Boa leitura!

Afinal, o que é realidade aumentada?

Podemos defini-la como sendo uma sobreposição de objetos virtuais ou digitais ao mundo real. Lembrando que, para que a realidade aumentada seja possível, são necessários somente um equipamento e um software que consigam fazer a leitura das imagens (ou seja, dos marcadores) no ambiente real e exibir os objetos virtuais correspondentes. Normalmente, tal interação pode ser realizada por meio de apps instalados em um smartphone ou tablet que tenha câmera.

Você sabia que a realidade aumentada virou tema aqui no Brasil após o lançamento do jogo conhecido como Pokémon GO? Isso mesmo. Ela já existia há um bom tempo enquanto tecnologia, mas se popularizou a partir desse lançamento.

Desde então, há um debate muito intenso sobre o seu uso nas mais variadas áreas, principalmente na indústria. Mas antes de falarmos sobre a realidade aumentada na indústria, vamos entender a diferença entre realidade aumentada e realidade virtual.

Realidade aumentada x realidade virtual: quais são as diferenças?

Ambas as áreas de pesquisa são complementares. Vamos começar pela RV (realidade virtual). Bom, trata-se de criar um ambiente completamente gerado por um computador, ou seja, 100% virtual. Assim, as pessoas podem interagir com esse ambiente.

A tecnologia induz efeitos sonoros e visuais, permitindo que os usuários tenham total imersão no ambiente que é simulado virtualmente. As pessoas podem interagir ou não com o que estão vendo a sua volta, dependendo das possibilidades que o sistema usado possui. Em grande parte, os games atuais são considerados como aplicações da RV.

Já no caso da RA (realidade aumentada), os usuários continuam vendo o mundo real, sendo esse complementado com alguns elementos virtuais. O usuário pode olhar para o motor de um carro, por exemplo, e ver a explosão acontecendo ou as válvulas em movimento, mas continua vendo o mundo real ao seu redor.

Ou, então, o usuário olha para alguém e consegue ver as informações sobre a pessoa, como escolaridade, idade, nome etc. Na RA, o objetivo é aumentar a realidade com algumas informações adicionais totalmente alinhadas com a visão do mundo real e do usuário. Essa é a ideia. Também, de certo modo, a ideia é iludir os sentidos humanos, no entanto, é uma ilusão mais suave, afinal, o usuário continua vendo o mundo real.

Quais são as principais aplicações e os benefícios da RA na indústria?

A RA tem potencial para mudar significativamente a maneira como fabricamos, produzimos e consumimos, nos mais diversos setores. Os fabricantes de produtos automotivos, industriais, setores de defesa e aeroespacial estão entre os que lideram o uso da realidade aumentada nos processos.

Conheça, a seguir, alguns tipos de aplicação da RA na indústria!

Treinamentos e simulações nas fábricas

Um uso muito comum para a RA nas indústrias é na realização de simulações e de treinamentos. Com os treinamentos via realidade aumentada, a fábrica consegue aumentar a eficácia, a produtividade e a segurança dos funcionários e dos processos.

A RA torna possível fazer treinamentos bem mais qualificados, de modo mais simples e várias vezes. Quanto mais simulações os profissionais fizerem de uma determinada situação, mais preparados eles vão estar para a tarefa real. É fato que isso acaba evitando acidentes, desperdício e muitos erros.

Além disso, vale ressaltar que a melhoria nos treinamentos também acaba contribuindo muito para ter uma cultura mais segura e mais preventiva na empresa. Como as simulações são fáceis e rápidas de serem feitas, é possível criar as mais variadas situações. Dessa maneira, todos os colaboradores ficam bem preparados e começam a adotar medidas de prevenção para uma grande quantidade de cenários.

Manutenção dos equipamentos

A RA também é capaz de agilizar e de tornar mais eficiente o processo de reparo e de manutenção dos equipamentos da fábrica. Vamos a um exemplo para que fique fácil de entender. Quando uma máquina começar a apresentar falhas, o técnico vai ter a chance de consultar tutoriais, manuais e instruções em tempo real, sem usar as mãos durante o processo de manutenção ou conserto.

Com a realidade aumentada, você abre um aplicativo e tem acesso a todas as informações que ficam sobrepostas ao ambiente. Além disso, não é preciso fazer o registro de todo o processo em relatórios e planilhas, pois é só tirar uma foto ou filmar tudo.

Sem contar que também é possível fazer a manutenção do equipamento a distância. Se um operador não consegue fazer o conserto, pode utilizar óculos especiais de RA e transmitir tudo o que está vendo, em tempo real, para um profissional especialista que seja capaz de solucionar o problema de onde quer que esteja, passando as instruções também via realidade aumentada.

Outra grande capacidade que a RA na indústria tem é a de fornecer uma visão de raio-x dos processos e das máquinas. Com um dispositivo de realidade aumentada, consegue-se analisar todas as características internas de um processo produtivo. Assim, o trabalho dos técnicos passa a ser muito mais eficiente e produtivo com a visualização de imagens da estrutura interna e dos hardwares internos de máquinas, por exemplo.

Controle remoto de produção

Como falamos no início, a RA faz parte da Indústria 4.0 e, quando está aliada a outras tecnologias, como IoT (Internet das Coisas), Machine Learning e Big Data, pode reestruturar a maneira de gerenciar e de controlar uma empresa.

A realidade aumentada, quando combinada com a grande quantidade de tecnologia de uma fábrica inteligente, possibilita que todas as informações necessárias de cada setor estejam disponíveis para todos, em qualquer lugar do mundo e em tempo real.

Dessa forma, sem estar na empresa, é possível ver o estado de uma mercadoria, como ela está montada, se tem algo faltando, se apresenta defeitos, qual a velocidade da produção, em que etapa do processo ela se encontra e muitas outras variáveis. É preciso apenas ter o dispositivo da RA e acesso à internet para conseguir intervir diretamente na produção.

Então, a RA assegura a transmissão de informações claras de maneira muito rápida e simples. Em vez de acessar inúmeros relatórios técnicos para ver como está a produção ou analisar o possível erro de um equipamento, você consegue fazer isso diretamente pelo dispositivo de realidade aumentada ou então acessar o vídeo da manutenção.

Viu só como as vantagens da realidade aumentada na indústria são inúmeras? Com o uso dessa tecnologia nas empresas, os colaboradores podem acessar o computador com suas mãos livres enquanto estão trabalhando na posição que precisar.

Assim, eles conseguem executar suas tarefas mais rapidamente e de modo apropriado e eficiente. Claro que tudo isso resulta em maior qualidade dos serviços e produtividade para a empresa, ao mesmo tempo em que se reduz custos com os imprevistos na produção.

Embora ainda não seja uma aplicação nova, a RA na indústria chega com tudo: reduz gastos, aprimora a segurança, diminui o tempo de manutenção, aumenta a produtividade e ainda ajuda no controle e na tomada de decisões mais qualificadas, assertivas e rápidas.

Enfim, são muitas vantagens e a realidade aumenta já faz parte dos processos industriais no Brasil. A sua aplicação passou a ser imprescindível para a indústria 4.0, já que ela integra funcionalidades tecnológicas às experiências humanas para aumentar competitividade e produtividade, colaborando com eficiência e segurança da fábrica.

E aí, gostou de saber mais sobre a realidade aumentada aplicada na indústria? Aproveite para compartilhar o texto nas suas redes sociais! Assim seus amigos também vão saber mais sobre essa tecnologia tão fundamental!

Compartilhe:
chat on-line
Olá, tudo bem?

Como posso te ajudar?

chat on-line